Café e AVC

Afinal qual a relação entre o consumo de café e o risco de AVC?

A resposta mais sensata a esta questão é: depende!

Apesar de alguns estudos terem demonstrado que o consumo moderado de café possa diminuir o risco de AVC, um consumo mais intenso de café não obteve melhores resultados.

A título de exemplo, um estudo realizado ao longo de 24 anos, onde mais de 83 mil indivíduos do século feminino foram seguidos, provou-se a existência de uma associação inversa estatisticamente significativa entre o consumo de café e a incidência de Acidentes Vasculares Cerebrais sendo esta associação mais forte no grupo de não fumadores e ex-fumadores.

Outro estudo realizado em homens hipertensos, mostrou que o risco de AVC isquémico (bloqueio de fluxo de sangue) era duas vezes superior no grupo de consumidores de café quando comparado com o grupo que não tomava café.

Outros estudos foram realizados, e nunca foi concluído que o consumo de café contribui para o aumento do risco de AVC. Pelo contrário, o consumo moderado de café por si só, não interfere neste risco.

Em suma, a relação entre o café e o risco de AVC depende de diversos outros fatores. Se formos indivíduos hipertensos, ou fumadores, por exemplo o café pode alavancar o risco de AVC.

A Mixcup aconselha o consumo moderado de café.

Saiba ainda a relação entre o café e outras doenças aqui

Fonte: //hdl.handle.net/10316/47914